A FUNDAÇÃO » Personalidades

Prof. Dr. Juan José Boretti

Cirurgião argentino de renome internacional, presidente da Associação Argentina de Cirurgia, premiado em 1989 com o título de Maestro de Cirurgia Torácica Argentina. Nasceu em Bigand, no sul do estado de Santa Fé, no dia 5 de fevereiro de 1923. Ingressou na Faculdade de Medicina de Rosário em 1941, onde se graduou de Médico Cirurgião em 1947 e de Doutor em Medicina em 1965. Em 1949, iniciou sua formação em cirurgia torácica com o Professor Mario Brea no Hospital de Clínicas da Faculdade de Medicina de Buenos Aires, o qual completou em 1950 nos Estados Unidos, durante sua estadia em diversos centros cirúrgicos. 
Em 1951 ingressou ao Hospital Italiano, onde em 1953 foi designado Chefe do Serviço de Cirurgia Torácica e Cardiovascular. Ali mesmo organiza a Seção Cirúrgica Experimental formando uma equipe de trabalho composta pelos Doutores Emilio Navarini, José Luis Ameriso, Mario Milano, Juan A. Della Bianca, Osvaldo Molina, Rubén Dellamea e a Dra. Magdalena Castagnino como anestesista, pelos quais começam a trabalhar em cirurgia cardíaca a céu aberto. Chefe do Serviço de Cirurgia Torácica do Hospital Marcelino Freyre.Em 1971 foi designado Professor Titular de Clínica Cirúrgica da Faculdade de Medicina fazendo-se cargo, ademais, da Chefia do Departamento de Cirurgia da Faculdade, Membro Fundador da Sociedade de Cardiologia de Rosário e da Associação de Cirurgia do Litoral, havendo sido Presidente da Associação Argentina de Cirurgia e da Sociedade Argentina de Cirurgia Torácica e Cardiovascular. 
Relator Oficial do 29º Congresso Nacional de Cirurgia em 1958 e Presidente do 52º Congresso Argentino de Cirurgia, foi premiado em 1989 com o título de Maestro da Cirurgia Torácica Argentina. 
Membro Honorário da Sociedade de Cirurgia de Rosário e do Capítulo Argentino do “American College of Surgeons”, designado em 1993 Membro Honorário Nacional da Associação Argentina de Cirurgia. 
Cirurgião diferenciado, com uma técnica cirúrgica excepcional, brilhava por sua capacidade docente e avançadas inquietudes, sendo um dos pioneiros na implementação das residências no Hospital Centenário, sistema que teve como chefe a um dos seus maestros, o Dr. Mario Brea. 
Seu caráter afável e simples, unido a sua atitude sempre disposta a apoiar as inquietudes que lhe aproximavam, fez com que, quem teve a oportunidade de conhecê-lo, sentissem por ele um singular afeto.
Faleceu em Rosário, no dia 3 de novembro de 1993 aos 70 anos.

¿VOCÊ QUER COLABORAR?

540341 4498353
MAIS INFORMAÇÕES

Projeto de Serviço de Nutrição

La Fundación está estudando um projeto para um novo serviço no Hospital Estadual do Centenário

AMPLIAR

Sala 6 - Unidade de Procedimentos Especiais (U.P.E.)

Brinda um novo servicio no Hospital Centenário de Metabolômica, Anantomia Patológica e Hematologia.

AMPLIAR

Projeto de Serviços de Infraestrutura de Comunicações

Rede de comunicação entre salas de cirurgia do Hospital Dia, Sala 6, Salão de multimídia e Consultório Escenário da Faculdade

AMPLIAR